Da série “Qual a marca deste implante”?

Em um recente caso publicado no periódico Biological Psychiatry, médicos da Índia relataram a história de um homem que acreditava ter suas ações controladas por um dispositivo implantado em seu dente.

O paciente de 58 anos chegou ao ambulatório reclamando de uma estranha sensação. Segundo ele, seus movimentos eram totalmente involuntários. O indiano dizia só conseguir observar suas ações, não possuindo nenhum controle sobre mãos e braços.

A princípio, ele acreditava estar sob as influências de alguma força sobrenatural, mas depois afirmou que a aterrorizante experiência tinha origem em algo muito mais “real”. Segundo o homem, 30 anos antes, durante um tratamento de canal, seus irmãos haviam dado um jeito de implantar um aparelho em seu dente, capaz de controlar sua mente. O intento tinha o objetivo de tomar sua propriedade e depois fazê-lo suicidar-se.

O indiano afirmava sentir uma estranha sensação vinda da boca, assim como um barulho de máquina, sempre que experimentava um dos momentos de perda de comando sobre o próprio corpo.

No entanto, um escaneamento de ressonância magnética revelou que o problema não estava no dente, mas no cérebro. Segundo os médicos, uma parte importante do órgão havia atrofiado. O cortex insular, responsável pela auto-consciência, estava extremamente danificado, o que provocava as sensações no paciente.

A atrofiação prejudicou seu senso de domínio do próprio corpo, levando-o a sentimentos de perda de controle. Para explicar a sensação, sua mente desenvolveu a história de que seus irmãos o estavam monitorando. No fim das contas, todos os seus movimentos eram expressões de sua própria vontade, ele acreditasse ou não nisso.

Fonte: Galileu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *